UM POEMA INÉDITO DE RUY VENTURA

Revestimento
 
Talvez encontre nos escombros a salvação
E, de luto, me deixem suspender pela máscara,
Pelo rosto capaz de enfrentar a nuvem
Que desce, envolve e nos encontra – perdidos.
Não sei se existe apenas uma pedra, um ventre,
Com passos e construções devolvidas pelo engano.
A fuga transforma em dor todos os abismos.
 
 Ruy Ventura
 
(in PROVENÇA, sequência inédita e em construção)
 
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s